Projeto Pedagógico

Aprendizagem Oportuna

Aprendizagem oportuna consiste em oferecem a criança uma rica e organizada estimulação, para que alcancem, de acordo com as condições pessoais de cada um, níveis ótimos de maturidade neurológica, de desenvolvimento e aprendizagem. Não se trata de estimulação precoce, mas sim oportuna. Quando a criança é estimulada de maneira adequada, pode adquirir habilidades não porque foi forçada, mas porque a estimulação favorece um melhor desenvolvimento das estruturas e dos mecanismos para a aquisição das habilidades.

A criança deve passar pelas etapas lógicas do processo de aprendizagem de maneira natural e, nunca deve ser forçada a fazer algo que não esteja de acordo com o seu amadurecimento.



Os circuitos neuronais e os períodos sensitivos

A criança nasce com uma série de circuitos (conexões entre distintos neurônios) que são perdidos se não os utiliza. Ao mesmo tempo, outros circuitos são gerados à medida que recebe a estimulação adequada. O que faz com que um circuito seja gerado e mantenha-se vivo é o seu uso. A capacidade de construir circuitos começa no seio materno, vai diminuindo até os sete ou oito anos e, a partir daí, a possibilidade de que se estabeleçam novos circuitos neuronais torna-se muito menor e mais difícil. A capacidade de aprender ou de desenvolver novas habilidades continua sendo possível, porém utilizando as conexões já estabelecidas nos primeiros anos.

Os períodos sensitivos são os momentos no desenvolvimento evolutivo da pessoa onde é mais fácil assimilar um aprendizado. Trata-se de oferecer às crianças numerosas ocasiões de colocar em prática o seu potencial de aprendizagem nos períodos de maior plasticidade neurológica e psicológica, nos momentos em que estas habilidades se adquirem com mais rapidez, naturalidade e contentamento. Conhecer e aproveitar os períodos sensitivos da criança é muito vantajoso.

Entretanto, para que uma informação que chega a uma criança funcione como estímulo, é necessário que produza interesse, ainda que a nível inconsciente. Para isso, é importante oferecer a criança o que lhes atrai e interessa de uma forma que seja proveitosa para a ativação dos circuitos neuronais. A aprendizagem deve ser agradável e divertida. Se empregadas as técnicas adequadas ao seu nível de desenvolvimento, a criança desfrutará da aprendizagem e colaborará com entusiasmo e interesse. Esse é o autêntico sentido das metodologias do projeto Optimist.

Educação Personalizada e Integral

O principal objetivo do projeto Optimist é alcançar a formação completa e integral dos alunos, baseada na Educação Personalizada que, nas palavras de Victor Garcia Hoz, o precursor da Educação Personalizada, não é um “método” de educação ou de ensino, mas uma forma de ver a educação através da realidade mais profunda do homem, que é sua condição de pessoa.

A consideração de que o aluno é uma pessoa única e irrepetível, chamada a alcançar o máximo desenvolvimento possível de suas capacidades e atitudes. Implica em conhecê-lo e respeitá-lo, atendendo às suas necessidades e características pessoais e a querê-lo como é, inspirando-lhe confiança e segurança.

Essa formação completa, que possibilita o pleno desenvolvimento da personalidade, manifesta-se nos seguintes aspectos:

1. O desenvolvimento físico-orgânico. Através de atividades físicas e neuromotoras se estimula o desenvolvimento sensorial e motor, que facilita uma correta organização neurológica.

2. O desenvolvimento intelectual. Procura alcançar o máximo desenvolvimento da capacidade de cada criança, aproveitando sua curiosidade natural e incentivando a interação com seu entorno, que deve ser rico de estímulos e objetos para explorar e conhecer.

3. A educação da vontade. Através da repetição frequente de pequenos atos, se potencializa a aquisição de hábitos bons, fundamento de virtudes.

4. O desenvolvimento afetivo e social. A convivência com outras crianças oferece numerosas ocasiões para o desenvolvimento social da criança. Nosso programa educativo promove o desenvolvimento da autoestima e da segurança pessoal, com um enfoque positivo e acolhedor.

Parceria Pais-Colégio

Entendemos que, por natureza, o direito e a responsabilidade da educação dos filhos corresponde aos pais e que cabe ao colégio ajudá-los na tarefa de primeiros e principais educadores. Sabemos que, por maior que possa ser a influência educativa escolar, esta não tem a profundidade, a extensão, nem a continuidade do ambiente familiar.

Sendo assim, o Colégio Monte Alto presta às famílias um assessoramento educativo de qualidade, oferecendo-lhes modos práticos para fazer da vida familiar uma fonte de estímulos para o desenvolvimento de seus filhos.



Preceptorias

A preceptoria é um meio de atenção pessoal a cada família e a cada aluno. Consiste em uma reunião entre os pais e a professora, que acontece a cada três meses.

Nessas ocasiões, os pais:

• Têm a oportunidade de receber assessoramento sobre os problemas educativos que seu filho possa apresentar;
• Encontram ajuda, impulso e apoio para os momentos de desânimo, quando a tarefa de educar torna-se pesada;
• Recebem um relatório para saber como o filho se comporta no âmbito escolar e com isto poder conversar e orientar melhor a criança sobre os aspectos que precisam ser melhorados;
• Conhecem os pontos fortes de seus filhos e como apoiar-se neles para neutralizar os pontos fracos;
• Sabem, em cada etapa, como está o desenvolvimento psicológico de seu filho e com isso podem prever a forma como tratá-lo.
• Aprendem a planejar a educação dos filhos definindo objetivos educativos para a melhora pessoal em cada momento.



Formação de Pais

Todos os meses o colégio promove palestras com temas relacionados a questões essenciais da educação. Procuramos sempre trazer profissionais capacitados para ajudar os pais na missão de educar. Os encontros são também uma excelente ocasião de confraternização com todas as famílias.



VIDEO

Educação em Valores e Virtudes

A educação em valores deve começar desde cedo, propiciando a aquisição de hábitos que irão aperfeiçoar a criança como pessoa. Os períodos sensitivos devem ser aproveitados para desenvolver hábitos de ordem, obediência, sinceridade, generosidade, alegria, trabalho, generosidade, respeito a natureza, entre outros.

A atuação conjunta entre família e escola pode favorecer muito a aquisição desses hábitos, que são básicos para a autonomia e desenvolvimento posterior da criança.

O colégio tem um programa de educação em valores, trabalhando uma virtude por mês. Os pais recebem um comunicado com a virtude para que estes conheçam e trabalhem em casa com a criança. Buscamos assim, uma coerência na educação dos alunos.

A partir do Berçário II, são oferecidas, semanalmente, aulas de religião, baseadas na doutrina católica.

Nosso refeitório é pedagógico. As crianças são encorajadas a experimentar todos os alimentos que são oferecidos. Fomentamos boas maneiras como sentar com postura, esperar os outros, fazer o uso correto dos talheres e guardanapo, comer tudo e sozinho.